Colocação dos brincos




HORA DE FAZER OS FURINHOS

A cartilagem dos bebês ainda é bem molinha, por isso os brincos podem ser colocados com facilidade. Não se assuste com a dorzinha, ela realmente existe, mas é aquela “picadinha” que passa bem rápido.

A colocação dos brinquinhos podem ser feita a partir de uma semana de vida, podendo ser feita com método manual ou com dispositivo System 75 baby (brincos de aço cirúrgico). Após 6 meses é recomendada a colocação com brincos de aço cirúrgico.

SOBRE OS BRINCOS

Os brincos das pequeninas não podem ser grandes, com formato de argola, achatados (ex. coração, estrelinha) pontiagudos ou com detalhes que possam machucar ou enganchar na roupinha. As bolinhas de ouro, pérola ou pedrinhas são as opções mais indicadas e as tarraxas devem ser do modelo que se encaixa nos brincos que possui um fundo (press baby) para evitar que entre nas orelhas com o passar do tempo. 
Atenção: evite as bijuterias nos bebês, evitando assim inflamações causadas por alergias, o mais recomendado é o uso de brincos de ouro ou aço cirúrgico, pois são antialérgicos.

MÉTODOS  DE COLOCAÇÃO PASSO A PASSO

MÉTODO MANUAL: 

1º Aplicação de anestésico local (Pomada Emla);
2º Desinfecção dos Brincos;
3º Realização da ponta dos brincos;
4º Exame físico das orelhas, delimitação do ponto neutro (Auriculoacupuntura) medida com Paquimêtro. Uso do Puntoscópio.(aparelho localizador de pontos);
5º Orientações Pós Colocação.

MÉTODO COM DISPOSITIVO:
Os brinquinhos são fornecidos pelo nosso parceiro Studex que inovou o mercado com o Método System 75 BABY aliados com a técnica e delicadeza, os brinquinhos são 100% esterilizados.

1º Aplicação de anestésico local (Pomada Emla);

2º Escolha dos Brincos (Bolinha, Pedrinha branca);
3º Exame físico das orelhas, delimitação do ponto neutro (Auriculoacupuntura) medida com Paquimêtro. Uso do Puntoscópio (aparelho localizador de Pontos);
4º Orientações Pós Colocação.

Os Brincos da Studex são 100% regulamentados dentro da nova resolução RDC44 da ANVISA